Ações e Criptomoedas: diferenças e semelhanças

O ecossistema das finanças é complexo e está sujeito às mais variadas influências. Em relação aos mercados, há muitas semelhanças entre os de ações e criptomoedas. 

Bear markets, Bull markets, crises internacionais, guerras, tudo isso faz parte do que pode estar acontecendo ou intervir no valor das cotações de ativos tradicionais ou de criptoativos

Se você quer entender quais são as diferenças entre ações e criptomoedas, veio ao lugar certo! O primeiro passo é entender o que caracteriza cada tipo de ativo.

Vamos nessa?

Imagem que faz referência ao que são ações

O que são ações?

Por definição, ações são títulos de propriedade fracionados que representam o valor de uma das partes da divisão do capital social de uma empresa ou sociedade anônima. 

Uma empresa, quando nasce, não tem seu capital aberto ao mercado. Mas, em algum momento, quando decide crescer, faz uma IPO (Initial Public Offering) e passa a ter suas ações negociadas na bolsa de valores. 

Quem tem uma ação (ou milhares delas) é conhecido como acionista e as ações de uma empresa podem ser negociadas livremente, sem que exista nenhum tipo de restrição. 

Quando alguém possui um número significativo de ações de uma companhia, tem mais direitos, como por exemplo a possibilidade de  participar da escolha dos integrantes do conselho administrativo.

Os acionistas, dependendo do tipo de ação que escolhem, também podem receber dividendos, uma forma de distribuição de lucros que acontece no fechamento do caixa. Isso pode acontecer mensalmente ou anualmente. 

imagem que mostra duas moedas, de bitcoin e de ethereum, abraçadas.

O que são criptomoedas?

Em termos simples, as criptomoedas são ativos digitais que podem ser usados como forma de pagamento. 

São controladas via um protocolo de registro contábil inteligente, descentralizado e transparente, conhecido por blockchain. 

Semelhante às IPOs das ações, as criptomoedas também podem ser “privadas” em algum momento, antes de quem entrem para negociação em corretoras e exchanges descentralizadas. 

Ao invés da IPO, no mundo crypto, você vai encontrar formatos como as ICO de criptomoedas (Initial Coin Offering) ou as IFO  Crypto (Initial Farm Offering), como para citar os mais importantes. 

Qual é a diferença entre ações e criptomoedas?

Como dissemos antes, as ações são frações de propriedade do capital social de uma empresa. Podem ser transferidas ou vendidas sem nenhum tipo de restrição. Já as crypto são dinheiro digital, podem ser usadas como forma de pagamento. 

Dependendo dos interesses, da capacidade financeira e dos conhecimentos de uma pessoa sobre o ecossistema crypto, ela pode considerar investir em ações, criptoativos ou mesmo em ambas. 

Sobre os níveis de confiança

Das ações

O valor das ações no mercado tradicional é definido pela confiança dos investidores na companhia que as emite, assim como também está relacionado às expectativas sobre o futuro da empresa. 

Neste caso, os acionistas de uma empresa consideram um valor intrínseco como referência para investir seu capital. 

Sobre isso: espera-se que o valor de uma ação passe por uma valorização esperada ou, inclusive, supere esse preço. 

Naturalmente, para que isso aconteça, é preciso que a empresa em questão tenha bons projetos para seu futuro, que deixem uma determinada ação mais atraente para investidores e para o público em geral. 

Isso é exatamente o que aconteceu com empresas como a Apple e a Tesla. Ao fabricar computadores e carros elétricos, elas apostaram em tecnologias que ainda não estavam de todo disponíveis no mercado, além de apontar a melhorias na forma como as pessoas vivem. 

Atualmente, estas empresas continuam dando sinais que criam ainda mais confiança nos mercados e seus títulos podem ser considerados como os mais seguros, dentro do que é o sistema tradicional de negócios. 

Das criptomoedas

As crypto também são dependentes da confiança das pessoas que fazem transações com elas. 

Quanto mais pessoas compram criptomoedas, mais valor elas acumulam. A maior diferença, neste ponto, é o valor que pode ser dado ao tangível e o intangível. 

Ainda que as criptomoedas sejam um bem muito mais abstrato do que um carro elétrico, sua volatilidade é tanta que acaba chamando a atenção de muitos investidores. Eles sabem que, depois de um ciclo pronunciado de baixa, o mais provável é que a cotação das crypto passem por uma valorização expressiva. 

Este tipo de comportamento de um ativo cria muito interesse de investidores que estão dispostos a correr mais riscos. 

Por outro lado, as crypto também têm um público que já está mais acostumado a esse tipo de operação, que pode ser feita sem intermediários, de forma totalmente transparente e aberta para qualquer um que esteja disposto a participar. 

A mesma volatilidade, que marca uma das principais diferenças de comportamento entre ações e cryptomoedas, pode render lucros enormes em ciclos de alta. 

A maior vantagem das crypto é que elas estão passando por um momento muito especial: se antes as pessoas não tinham acesso aos mercados de participação de ações, agora, com as crypto, é muito mais fácil investir com seu dinheiro local, comprar cryptos e guardá-las. 

Também é muito comum que os investidores crypto comecem fazendo pequenas transações e, com isso, vão aprendendo mais sobre cada projeto existente e conhecendo novas oportunidades. 

Sobre a relação com as entidade reguladoras

Neste ponto em particular, podemos perceber mais pontos em comum do que diferenças, já que tanto a compra e venda de ações como as operações com criptomoedas são monitoradas e reguladas no mundo inteiro. 

Sobre o mercado de ações, em função de sua existência mais antiga, ele conseguiu se adaptar a todas as normas de controle e regulamentação que os governos ao redor do mundo impõem. 

E já quando voltamos para o mercado crypto, já que elas são algo novo e que permite que processos econômicos que antes tinham que passar por terceiros, agora, elas também estão sob a lupa e a vigilância das instituições tradicionais. 

Sobre a praticidade vs presencialidade

Uma diferença fundamental entre ações e criptomoedas reside na forma como você participa de um ou de outro mercado. 

Quem quer investir em ações precisa recorrer a uma instituição autorizada a operar na bolsa, e ainda precisa fazer isso de segunda à sexta, durante o horário comercial. 

Já para comprar e vender criptomoedas, você só precisa fazer o download do aplicativo de alguma exchange crypto e começar a fazer transações desde onde quer que você esteja. 

Mas algo em comum tanto no mercado de ações como no de criptomoedas é que ambos estão sujeitos a estudos, análises e monitoramento de especialistas no assunto, que procuram padrões para fazer previsões sobre o futuro dos ativos. 

Seja qual for a sua escolha de mercado, lembre-se de que é fundamental ter uma noção básica de onde você está colocando seu capital para, assim, ter mais chances de gerar retornos dos seus investimentos.