Arbitragem de criptomoedas: entenda o que é e como funciona

Na indústria financeira, a arbitragem é um procedimento que tira partido da diferença de preços do mesmo ativo em diferentes plataformas. 

Esta técnica baseia-se no fato de que os mercados não são perfeitos, e sempre pequenas variações entre as cotações de uma exchange para outra

💡 Na arbitragem de criptomoedas, a estratégia mais simples é comprar onde está mais barato e vender onde está mais caro.

Além de ser uma forma possível de obter um retorno de baixo risco, a arbitragem é extremamente importante para qualquer mercado, uma vez que proporciona liquidez e estabilidade de preços.

Quer entender como funciona a arbitragem de criptomoedas e outros conceitos associados? Siga com a leitura!

arbitragem de cripto

Quais são as características da arbitragem?

Muito capital disponível

A diferença de preço entre corretoras normalmente não é muito grande. Se subtrairmos as comissões, o lucro acaba sendo muito baixo. É por isso que o mais normal é fazer muitos trades, com muito capital, para que a arbitragem valha a pena. 

Velocidade

O tempo entre a compra em uma exchange e a venda em outra deve ser o mais curto possível, já que as janelas de oportunidades não costumam durar muito tempo. 

Em um mercado volátil como o das criptomoedas, a agilidade desempenha um papel ainda mais importante, uma vez que os lucros podem ser aniquilados em segundos se o ativo cair de preço antes que a nova troca crypto seja feita. 

🤖 Atualmente, a grande maioria das ocorrências deste tipo é feita com algum robô para arbitragem de criptomoedas: estes programas detectam diferenças nas cotações  entre várias plataformas e automaticamente compram e vendem. 

Risco relativamente baixo

Comprar e vender em segundos significa que a exposição ao risco do próprio token seja mínima. Se o preço mudar no meio de um trade de uma arbitragem de bitcoin, por exemplo, pode haver perdas, mas estas são geralmente baixas. E, como sempre, quanto menor o risco, menores os lucros

Vale a pena esclarecer que existem estratégias de arbitragem que maximizam os lucros, mas que também aumentam o risco. Um exemplo poderia ser a alavancagem, ou seja, pedir dinheiro emprestado para ter mais recursos no trade e multiplicar os lucros (ou perdas). 

Quais são os tipos de arbitragem em criptomoedas?

#01 Em exchanges centralizadas 

Este é um dos tipos mais clássicos de arbitragem crypto, no qual a diferença de preço entre as corretoras é explorada. 

Em plataformas maiores, onde há muita liquidez, estas diferenças costumam ser menores. Às vezes, há melhores oportunidades em mercados menores, ainda que a falta de liquidez torne as grandes transações impossíveis. 

#02 Em pools de liquidez

Os pools de liquidez são contratos onde os utilizadores podem depositar as suas moedas para fornecer liquidez às exchanges descentralizadas (DEX). Em troca, recebem parte das comissões da plataforma. 

Devido à forma como trabalham, não só apresentam uma boa oportunidade de arbitragem, como também precisam disso para negociar de forma adequada. Lembre-se de que o preço de um ativo em uma corretora descentralizada depende exclusivamente das transacções efectuadas na plataforma

Se uma pessoa quiser comprar um grande volume de ETH, a cotação vai subir. Este aumento pode não coincidir com o movimento da ETH no mercado geral. É aqui que entra em jogo a arbitragem, comprando ETH a preço baixo no mercado e vendendo mais caro em uma DEX. Assim, o preço entra em equilíbrio. 

#03 Em triangulações 

Neste tipo de arbitragem de criptomoedas, o conceito é o mesmo, mas são acrescentados ativos intermédios. É possível que, ao passar de um ativo para outro e depois voltar ao ativo inicial, você tenha mais do que no começo.  

➡️ Podemos perceber, por exemplo, que existe uma diferença de preço entre DAI/ETH e ETH/BTC. Onde, em algum destes dois pares, o ETH tem uma cotação maior do que a outra. Assim, se fizermos o caminho DAI → ETH → BTC → DAI podemos acabar com mais DAI do que no início.

Vale a pena fazer arbitragem de crypto?

Embora a arbitragem possa ser uma boa forma de fazer um pequeno lucro com baixo risco, não é recomendada para investidores de pequeno porte

Como dissemos antes, este método requer muito capital e costuma ser feito com programas que podem realizar operações em alta frequência. A arbitragem automatizada de bitcoin, por exemplo, é muito comum no mercado.

A prática da arbitragem é muito competitiva nas criptomoedas e em toda a indústria financeira. Inclusive, existem plataformas de arbitragem de criptomoedas que comparam o preço das exchanges. 

Existem empresas de capital intensivo dedicadas ao desenvolvimento e constante actualização de sistemas de arbitragem eficientes. Por este motivo, é altamente improvável que um investidor minorista possa ou saiba como ganhar dinheiro com arbitragem usando este método.

Para levar em consideração

A promessa de retornos de baixo risco, frequentemente associada à arbitragem em crypto, atrai uma série de golpes. 

Um muito comum é a das plataformas que afirmam oferecer bots de arbitragem que geram grandes lucros sem risco. 

Como mencionado acima, esta prática não é uma fórmula mágica para fazer dinheiro fácil. Muito provavelmente, estas plataformas são esquemas ponzi que estão pagando os juros com o dinheiro dos novos usuários. 

Entre os riscos de arbitragem, outro método de golpe relacionado com a vem sob a forma de cursos e formações.  

Com o crescimento da indústria cripto nos últimos tempos, muitas pessoas tentam tirar partido da falta de conhecimento dos principiantes. 

Nos seus cursos, prometem ensinar técnicas para gerar elevados retornos a curto prazo, utilizando a arbitragem. Na grande maioria dos casos, estas promessas não são cumpridas.Por isso, é tão importante estar informado e conhecer os detalhes do mundo crypto. Continue acompanhando nossa wiki para estar sempre um passo à frente e com o conhecimento na ponta da língua!