O que é Ethereum (ETH), a maior altcoin do mercado crypto?

O Ethereum é uma plataforma pública, distribuída, de código aberto, baseada em blockchain e que permite aos desenvolvedores criar e implementar aplicativos de forma descentralizada.

Para conseguir visualizar e entender o que é Ethereum, pense nessa rede como um notebook que funciona ao mesmo tempo em milhares de máquinas, ao redor do mundo inteiro.

Isso significa que nenhuma pessoa ou entidade exerce controle individual sobre essa blockchain.

Em termos simples, na rede Ethereum, os desenvolvedores têm liberdade para executar produtos e serviços na blockchain, e tudo de forma totalmente descentralizada. Exatamente por isso, seus apps não podem ser bloqueados ou proibidos.

Por que é tão importante?

Os apps dentro da rede Ethereum (conhecidos como “Smart Contracts”) não podem ser modificados por terceiros. Ou seja: sem truques, só acordos claros e perfeitamente compreensíveis.  

Já que estão hospedados na blockchain, podem ser programados de forma que não sejam permitidas alterações em seus códigos. Além disso, esse banco de dados é público: qualquer usuário pode auditar um código antes de interagir com ele.

Os smart contracts são como aplicativos ou programas que rodam em uma blockchain. Funcionam com um set de regras, predefinidas via código de computação, que são replicadas e executadas por toda a rede de nós que participam dessa blockchain.

Além disso, um smart contract permite que duas partes entrem em acordo (do tipo que seja) através da blockchain, sem que ambas sequer precisem se conhecer ou mesmo confiar uma na outra no momento em que negociam tokens.

Ethereum x Bitcoin: quais são as diferenças?

rede de blocos Bitcoin costuma ser vista como uma tecnologia blockchain de primeira geração. Neste sentido, ela é mantida sem maiores modificações que visem melhorar sua segurança.

Mas, por outro lado, sua linguagem de desenvolvimento é bastante complexa. Foi exatamente por isso que começaram a surgir as blockchains de segunda geraçãonas quais as possibilidades são muito mais amplas.

Além de transações financeiras, as novas plataformas permitem que outros tipos de programação sejam feitas.

Por exemplo, a Ethereum, dentro dessa nova categoria, permite que os desenvolvedores trabalhem sobre uma rede com código próprio, mais flexível e escalável. O resultado disso são apps descentralizados, mais conhecidos como “dApps”.

Aplicações mais conhecidas dentro da rede Ethereum

Ethereum 2.0

A rede Ethereum tem algumas limitações quando o assunto é escalabilidade.

E já que sua visão é funcionar como a infraestrutura do sistema financeiro do futuro, ela precisa ser capaz de processar muitíssimas transações por segundo. Em função de sua natureza descentralizada, isso é um grande problema a ser resolvido.

Exatamente para contornar essa dificuldade, o projeto ETH 2.0 foi criado. Trata-se de um conjunto de melhorias proposto pela comunidade e que, uma vez que seja implementado, vai melhorar consideravelmente a performance da rede. Sobre isso, a primeira fase desse processo começou em dezembro de 2020.

Como comprar Ethereum?

Comprar Ethereum é muito fácil! Na sua conta Lemon, você pode comprar ethereum com reais em somente 3 cliques!

Quer aprender mais sobre a Ethereum? Não deixe de seguir nossas redes!