O que é NFT? Entenda o Tokens Não-Fungíveis e entre para esse mundo!

De Paris Hilton a Eminem, encontramos celebridades entrando na onda dos NFTs. Com ativos digitais sendo vendidos por mais de $69 milhões de dólares, o que é NFT, qual é sua função e o que você pode fazer com eles?

60 2

Repassando: o que é um NFT?

NFT é a sigla de token não-fungível e funciona como um identificador único, que tanto atribui como demonstra, criptograficamente, a propriedade de um bem digital.

Sua tecnologia permite que um conteúdo digital (um áudio, um vídeo, uma foto, ou várias outras coisas) seja registrado e autenticado em blockchains de criptomoedas.

O mais comum é que isso seja feito na Ethereum, mas redes como a Solana também podem ser usadas para esse processo.

Uma vez que o conteúdo (NFT) é registrado na blockchain, toda e qualquer transação posterior, de transferências a vendas, permanecem registradas na cadeia de blocos. Por outro lado, isso também mantém um histórico de seu preço no decorrer do tempo.

A principal função do NFT é precisamente facilitar o processo de posse e comercialização de conteúdos digitais, já que este token não-fungível representa os direitos digitais de cada um desses ativos.

Entremos em detalhes para você entender melhor? Siga com a leitura!

Como funciona um NFT?

61 1

Um NFT é diferente de um token ERC-20 (como a DAI), já que cada token individual é completamente único e não pode ser fracionado.

Os NFTs permitem que qualquer dado digital único seja atribuído ou reclamado por um proprietário. Além disso, é perfeitamente rastreável por meio da blockchain em que está hospedado (por ex. a Ethereum), que funciona como um livro contábil público.

Qualquer pessoa pode criar um NFT. Só é preciso ter uma carteira digital, fazer uma pequena compra de ETH (ou outra crypto), criar uma conexão com um mercado NFT onde o token possa ser listado e converter o conteúdo em um NFT ou arte criptográfica.

Para que se usam os NFTs e o que você pode fazer com eles?

58 1

Um NFT é cunhado a partir de objetos digitais que representam elementos tangíveis ou intangíveis, que podem ser:

  • obras de arte;
  • GIFs;
  • vídeos;
  • tênis conceituais;
  • músicas;
  • memes;
  • cartões colecionáveis;
  • endereços de domínio, e etc.

Seus usos são realmente amplos, mas, como você pode usar um NFT hoje e o que pode fazer com eles?

#01 Proporcionar ganhos financeiros de seus criadores

Atualmente, o uso mais comum associado aos NFTs está no contexto digital.

Dentro dessa indústria, os criadores de conteúdos acabam vendo como os ganhos e o potencial de receita são absorvidos pelas próprias plataformas onde seus conteúdos são compartilhados.

Com os NFTs, tem início uma nova era de economia para os criadores, já que a propriedade dos conteúdos não é cedida às plataformas onde são publicados, e sim está integrada ao próprio conteúdo.

Em outras palavras, isso significa que, quando alguém vende um conteúdo, a receita vai diretamente para seus criadores. E quando o novo dono vender o NFT, o criador original pode inclusive receber royalties de forma automática.

Este tipo de receita é garantida porque, sempre que o token for vendido, a transação leva em consideração o address do criador, que faz parte dos metadados do NFT, que não podem ser modificados.

#02 Maximizar os benefícios dos jogos digitais

Um dos motivos pelos quais os NFTs são tão conhecidos atualmente tem a ver com o mundo dos jogos Play-to-Earn, como no caso do Axie Infinity, que combina crypto com gaming e NFTs.

Nestes ambientes virtuais, os NFTs representam registros de propriedade de alguns de seus elementos, o que dá mais impulso à economia do jogo e proporciona benefícios aos jogadores.

Como isso é feito? Quando alguém dedica tempo a algum jogo em particular, acumula tokens que podem ser trocados por itens do próprio game.

Digamos que esse item seja um NFT. Neste caso, o player pode reverter seu token em ativos crypto, quando zere o jogo. Inclusive, é possível vender por um valor maior ao da compra, se o item ficar mais famoso e desejado no mercado.

Mais ainda: os desenvolvedores do jogo e emissores de NFTs podem ganhar uma comissão todas as vezes que o item seja revendido no mercado, como citamos mais acima.

E mesmo que os desenvolvedores de um jogo deixem de mantê-lo funcionando, os itens que você colecionou vão continuar sendo seus. Ou seja: serão, para sempre, uma espécie de souvenir em formato de ativo digital e com valor de mercado, ainda que fora do jogo.

Tudo isso cria benefícios mútuos para jogadores e desenvolvedores, que podem gerar receita no mercado de NFTs.

Mais um exemplo de games nesse estilo é o Decentraland, um jogo de realidade virtual que permite inclusive que você compre lotes de terrenos virtuais e ocupe-os como preferir.

Os habitantes do Decentraland compram, vendem e trocam tokens ERC-721, chamados de LAND, e usam um token ERC-20 conhecido como MANA para comprar os outros artigos disponíveis no marketplace deste universo.

#03 No mercado de obras de arte

59 1

Os NFTs oferecem vários benefícios para artistas e colecionadores digitais. Com a tecnologia blockchain, é possível criar obras de arte digitais únicas em formato de NFT e verificar sua procedência e autenticidade.

Mas por que tanto hype?

Um colecionador tradicional teria uma aquarela famosa (por exemplo) pendurada em sua parede, certo? Por outro lado, quem comprar o NFT relacionado a essa aquarela, adquire um arquivo digital que garante os direitos de uso e propriedade da obra.

Os dados únicos dos NFTs facilitam a verificação da propriedade e a transferência dos tokens entre diferentes donos, que também podem incluir outras informações dentro deles. Um exemplo disso é quando um artista assina sua obra de arte quando inclui sua marca nos metadados de um NFT.

#04 No mundo das caricaturas para adultos

A indústria da televisão finalmente percebeu que é preciso se adaptar à popularização da visualização dos meios “não-lineares”, que são um tipo de canal com o qual os consumidores e usuários podem interagir.

Alguns exemplos disso são programas de televisão que podem ser comprados em serviços on-demand, alguns tipos de videogames ou mesmo interações feitas nas redes sociais.

Stoner Cats

57 1

“Stoner Cats” é um programa para adultos, sobre gatos que vivem todo tipo de aventuras.

Seus protagonistas têm dublagem de famosos, como Mila Kunis ou Kris Rock. Mas, o mais curioso é que você não vai encontrar esta série em nenhum canal de TV a cabo ou em outras plataformas de transmissão.

De fato, segundo Mila Kunis e Ashton Kutcher, Stoner Cats é um “novo formato de programas de televisão, um desenho animado sobre um grupo de gatos que consomem entorpecentes.”

“No Stone Cats, acreditamos que os narradores merecem um meio onde possam ser valorizados e apoiados sem que seja necessário baixar a cabeça para a grande indústria dos meios de comunicação”.

O desenho animado usa uma arquitetura de NFTs para conectar narradores diretamente com o público e, assim, descentralizar a produção de conteúdos, tal como informaram em seu site, como parte do manifesto.

Para assistir o primeiro capítulo, que dura cinco minutos, é preciso comprar um NFT, vendido por 0,35 ETH (cerca de $5 mil reais, na cotação do momento de publicação deste artigo).

#05 Outros usos no mundo multimídia

Ver seus NFTs na tela do seu celular ou notebook é revolucionário. Mas, e se você pudesse mostrar um NFT de arte digital para seus amigos na tela de seus televisores?

A novidade é que isso será possível muito em breve: a Samsung planeja criar TVs com suporte a NFT, ainda em 2022.

Sim, você leu bem: as Smart TVs de 2022 dessa marca querem permitir chats de vídeo, cloud gaming e, inclusive, NFTs!

A plataforma promete permitir que criadores “compartilhem sua arte com o mundo” e também dar uma vista prévia de NFTs para compradores em potencial, antes de que decidam pela compra, além de transmitir conhecimentos sobre o histórico dos NFTs e informações sobre os metadados das blockchains.

A Samsung também está resolvendo os detalhes do que significa ver um NFT em uma televisão. Para isso, uma função inteligente de calibração ajusta automaticamente a configuração da tela “para os valores definidos pelo criador, para que tenham a certeza de que seu trabalho fique impecável e com uma qualidade de imagem fiel a do original”.

#06 Os NFTs entram para o movimento feminista

o que é nft? imagem com vários quadrinhos de nfts

World of Women é uma comunidade que celebra a representatividade, a inclusão e a igualdade entre tod@s.

A WoW tem uma coleção de NFTs inéditas em seu tipo, que representa 10.000 avatares femininos, criados e ilustrados por Yam Karkai, uma artista que afirma ter a missão de “retribuir às organizações centradas nas mulheres”.

A criação de Karkai gerou mais de 40 milhões de dólares somente nas primeiras duas semanas de 2022.

E mesmo que a coleção tenha se esgotado quase imediatamente quando foi lançada, somente agora cada peça está sendo convertida em artigos colecionáveis.

Sobre isso, um detalhe: os NFTs mais raros da Wow, que originalmente tinham um valor de 0,07 ETH (ou aproximadamente U$D 210,00), são vendidos atualmente por centenas de milhares de dólares.

A WoW também andou fazendo “ArtDrops” mensais: obras de artistas crypto emergentes, menos conhecidos no mundo, sendo muitas delas mulheres, distribuídas para wallets dos membros da comunidade. O objetivo é inundar o ambiente com novas caras do mundo das artes NFT.

#07 O NFT da Lemon

Se você acompanhou a chegada da Lemon Cash no Brasil, deve ter visto que lançamos uma campanha promocional na qual os 10.000 primeiros colocados da waiting list da nossa versão beta ganhavam um incrível NFT como prêmio.

O NFT da Lemon não tem um valor financeiro, foi criado e distribuído por nós como um presente, para marcar este momento. Se o NFT começar a ter valor, será por uma questão mercadológica, sem que nos beneficiemos de forma alguma com eventuais revendas.

Uma coisa é certa, o NFT que a Lemon distribuiu representa algo grandioso: a chegada de um serviço que tem, como objetivo, levar as crypto para seu dia a dia e eliminar as barreiras tecnológicas do uso de criptomoedas.

É um símbolo dos novos tempos, da nova economia, e uma incrível obra de arte digital.